Enxoval de Bebê

Tipos de lençol para bebê

Escrito por Equipe Fraldário

Se você já decidiu qual o berço do seu filho, então é hora de escolher a roupa de cama para compor o exovalzinho. Vale lembrar que a qualidade do material, o tipo de tecido e o enchimento são aspectos essenciais para garantir o conforto do pequeno. Sendo assim, um dos principais itens é o lençol para bebê.

Para ajudar na escolha, mostramos aqui quais os tipos de lençol, o melhor material para a criança, o que é preciso levar em conta, qual a quantidade necessária para compor o enxoval e que cuidados é preciso ter. Então, continue com a leitura e fique por dentro de tudo isso!

Como é o lençol para berço?

O lençol para berço possui um tamanho menor que o para cama de solteiro. Porém, é preciso ficar atento ao tipo do bercinho escolhido, pois os tamanhos podem variar. Além disso, há dois tipos de lençóis: o de baixo, preso ao colchão; e o de cima, utilizado para cobrir a criança.

Geralmente, a parte de baixo possui elástico nas bordas para que assim fique bem fixa ao colchão. Como a criança tende a se mexer bastante durante a noite, isso evita que o lençol se solte ou forme vincos. A parte de cima é um pouco maior, com tamanho adequado para cobrir o bebê.

Como escolher um lençol para bebê?

Em se tratando de berços, existem diversos modelos disponíveis no mercado, e muitos diferem no tamanho do colchão. Da mesma forma, os lençóis variam nas medidas.

Por exemplo, o padrão para berço americano geralmente mede 1,30 m x 0,70 m, e o lençol sempre deve ser um pouco maior para garantir a cobertura e encaixe corretos; por sua vez, o para modelo desmontável mede 1,15 m por 0,80 m. Portanto, primeiramente, é preciso medir o colchão. Dessa forma, você não errará na escolha do tamanho do lençol para bebê.

Campanha de Doação de Fraldas

Qual tecido é recomendável para lençol infantil?

O tecido é outro item que deve ser observado com bastante atenção ao comprar a roupa de cama. Afinal, a pele dos bebês é muito mais fina e sensível que a de um adulto. Assim, é necessário optar por um material que seja macio, delicado, e, ao mesmo tempo, resistente.

Alguns tecidos causam alergias, assaduras ou brotoejas e podem deixar os pequenos incomodados e irritados. Então, sempre que possível, compre lençóis, edredons e fronhas para travesseiros confeccionados em percal 200 fios, 100% algodão. Essa é a melhor opção, pois permite que a pele do bebê respire bem, além de ser  extremamente macio.

Quantos lençóis são necessários?

Como é preciso trocar sempre, é relevante ter cerca de 4 jogos. Além disso, é bom possuir aproximadamente 3 lençóis avulsos extras. Isso porque sempre acontecem incidentes com regurgitações e vazamentos das fraldas.

No mercado, há uma infinidade de alternativas, com diversas cores e modelos. Você pode ainda optar por comprar kit berço, que vem com dois lençóis: o de baixo, com elástico, e o de cima, para cobrir, além de uma fronha no mesmo material para garantir a maciez na hora de acomodar o bebê.

Por virem em conjunto, as cores e estampas vão combinar e incrementar ainda mais a decoração. Para tudo ficar mais harmônico, compre lençóis avulsos que combinem com o tema da decoração, com o kit e também com a saia de berço.

Enfim, o lençol para bebê é um dos principais itens do enxovalzinho. Não esqueça de medir o colchão e de se assegurar de que o lençol de baixo possui elásticos. Além disso, é preciso que ele seja de boa qualidade, para aguentar muitas lavagens, e antialérgico, macio e delicado, para garantir o conforto do pequeno nas horinhas de sono.

Comentar