Desenvolvimento Saúde do Bebê

Protetor de porta para crianças

Escrito por Equipe Fraldário

Só quem tem filhos sabe da alegria de acompanhar os seus primeiros passinhos. Em pouco tempo eles estão correndo, pulando e explorando cada canto da casa. A diversão é parte importantíssima do processo de desenvolvimento da criança, porém é preciso estar sempre atento à segurança dentro de casa.

Tirar objetos perigosos do alcance dos pequenos é algo primordial. Entretanto, os riscos estão em todo lugar, inclusive nas portas. É preciso estar atento e tomar providências para eliminá-los sempre que possível. Por isso, mostraremos aqui porque o protetor de porta é um cuidado essencial que você deve ter em casa. Confira!

Os riscos de uma porta desprotegida

Para os adultos, é algo que pode passar despercebido, mas as portas apresentam um risco à segurança das crianças. Se até nós, eventualmente, prendemos o dedo ao fechar a porta com pressa, já imaginou no caso dos pequenos que correm e brincam o tempo todo?

O tipo de acidente mais comum é exatamente esse. A criança bate a porta sem prestar muita atenção e acaba prendendo o dedo, deixando-o bem dolorido e, às vezes, resultando em algo mais grave.

Outro problema que muita gente não imagina é que os filhos, quando ainda muito pequenos, podem acabar fechando a porta e não alcançando a fechadura para abri-la novamente. Em casos de trava automática, isso pode ser algo bem sério.

Por isso, os protetores de porta, em seus diferentes tipos, são ferramentas úteis e bem simples de usar, mostrando-se como grandes aliados de pais bem precavidos.

Continue a leitura e conheça como eles funcionam e quais modelos estão disponíveis no mercado.

Campanha de Doação de Fraldas

Os tipos de protetor de porta

É possível definir, basicamente, duas funções para o protetor de porta: evitar que a mesma seja fechada e amortecer o impacto no caso de uma criança bater a mão ou braço na quina. Por isso, é importante dar preferência aos que sejam fabricados em material emborrachado ou mesmo de espuma.

Para Porta

Esse tipo de protetor tem formato de meia argola, geralmente emborrachada, que pode ser encaixada ao longo da quina da porta, em diferentes alturas. 

Colocando alguns na altura da cabeça e ombros das crianças, eles ficarão bem visíveis e prevenirão que a porta se feche nos seus dedos. Além disso, vale a pena colocar um próximo ao chão para proteger também os pezinhos dos pequenos.

Espuma

Uma outra opção é o protetor de espuma, mais largo e que cobre uma altura maior da lateral da porta. É tão eficaz quanto o anterior. A única diferença é o formato e, caso você queira colocar um na parte inferior da porta, será preciso uma peça adicional.

Você pode até mesmo fazer um protetor em casa, utilizando um macarrão de piscina. Basta dividi-lo em pedaços de cerca de 30 centímetros e fazer um corte de ponta a ponta para encaixar na porta.

Ainda assim, é interessante verificar as opções em uma loja especializada, pois trata-se de um item extremamente barato e você garante uma maior qualidade e durabilidade.

Utilizando o protetor de porta, você poderá ficar tranquilo enquanto seus filhos brincam com segurança!

Gostou das dicas? Então deixe seu comentário e conte-nos seus segredos para garantir a segurança dos filhos enquanto eles brincam em casa!