Cuidados na gravidez Gestação

Porque é tão importante a presença do pai no pré-natal

Livro Mãe Fora da CaixaPowered by Rock Convert

A gravidez pode ser conturbada e difícil para a mulher, que precisa lidar com uma série de questões, como a mudança no corpo e a preparação para a chegada do novo bebê. Assim, a presença do pai no pré-natal é importante para dar a futura mamãe o apoio que ela precisa para enfrentar o grande desafio de carregar seu bebê na barriga durante os nove meses de gestação.

Por isso, se você ainda não entendeu qual é o papel do seu parceiro no pré-natal, acompanhe o post e confira como o futuro papai pode contribuir para o bem da família, nessa fase tão delicada.

A função do pré-natal

Durante a gravidez, além de organizar o enxoval da criança, a futura mãe também precisa realizar as consultas do pré-natal, preparando-se para a chegada do novo filho. Nesse período, além de poder tirar as suas dúvidas com um médico, a mulher também realiza diversos exames para saber como está a sua saúde e a saúde do seu bebê.

Assim, o acompanhamento da gestação é importante durante todos os meses, desde os primeiros, quando a gravidez é mais instável, até os últimos, quando o bebê precisa crescer e ganhar peso, trazendo certo desconforto para a mulher.

A presença do pai no pré-natal

A participação da figura paterna na gestação deve começar em casa, com cuidado e atenção ao que a mulher está sentindo. Entretanto, a presença do parceiro no consultório também é importante para oferecer suporte psicológico à mulher, estreitando os laços e aumentando o vínculo familiar.

Livro Mãe Fora da CaixaPowered by Rock Convert

Além disso, o futuro papai também tem suas preocupações e anseios que podem ser esclarecidos durante essas consultas, como a visão do bebê formado, por meio do exame de ultrassom, que ajuda a tranquilizar o pai, além de aumentar o vínculo entre pai e filho.

O pré-natal masculino

O pré-natal masculino é um projeto pioneiro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, que foi replicado na rede SUS em outras cidades do Brasil. Por meio desse projeto, além de acompanhar o desenvolvimento do filho na barriga da mãe, o pai ainda aproveita para fazer um check-up.

No pré-natal do pai estão incluídos alguns dos exames que a grávida realiza no primeiro trimestre, como a avaliação da glicose e do colesterol, e a sorologia para hepatites B e C, sífilis e HIV. Alguns desses exames, além de importantes para o homem, também evitam que o pai transmita doenças para a mulher e o filho, por falta de informação.

Além de fazer os mesmos exames que a mulher, o homem também é convidado a realizar exames preventivos da próstata e cirurgias como vasectomia e fimose.

O pai moderno

Antigamente, a maioria dos pais não estava presente no nascimento dos filhos, nem participava da criação dos bebês. O pai moderno, por outro lado, além de apoiar a mãe no nascimento e na criação dos filhos, também pode participar de todo o período de gestação, acompanhando a mulher desde o momento em que ela descobre a gravidez.

Essa participação do pai no pré-natal é importante para todos, aproximando e trazendo grandes benefícios para a família. Quando o pai acompanha a gravidez de perto, a sua postura após o nascimento do bebê é diferente, pois ele se sente mais próximo da criança