Crianças Desenvolvimento

Porque meninas se desenvolvem mais rápido?

Escrito por Equipe Fraldário

Você já ouviu dizer que meninas amadurecem mais rápido que meninos? Não se trata de feminismo ou convenções sociais: existem explicações científicas para essas diferenças durante o desenvolvimento infantil. Uma pesquisa da Newcastle University descobriu que alguns processos que ocorrem no cérebro feminino antes dos 10 anos de idade só ocorrem nos meninos após os 20.

Entretanto, assim como tudo o que se relaciona ao fator humano, essa “regra” também tem suas exceções: há meninos que se desenvolvem mais rápido que meninas. Alguns casais que possuem filhos de sexos diferentes notam essa diferença. Afinal, cada um tem o seu ritmo!

O amadurecimento acontece em nosso cérebro quando algumas ligações são desativadas e partes dele ficam menores, passando a funcionar com maior eficiência. Sem tantos processos complexos ocorrendo em seu interior, o cérebro se permite focar no que é essencial, potencializando os resultados.

Para você entender melhor, citamos a seguir alguns aspectos do desenvolvimento infantil que ocorrem em tempos diferentes para meninos e meninas. Confira:

Desenvolvimento físico

Crianças pequenas costumam ter altura parecida, mas há uma fase, por volta dos 12 ou 13 anos, em que as meninas costumam ficar mais altas que os meninos. Como explicar isso se, na idade adulta, a maioria dos homens são mais altos que as mulheres?

A puberdade também costuma chegar primeiro para elas: geralmente entre os 8 e os 13 anos. Os meninos começam a notar, um pouco mais tarde, que estão desenvolvendo pelos no rosto e corpo e músculos no peitoral. Esses são os sinais de que o corpo está preparado para sofrer as mudanças necessárias ao amadurecimento.

Coordenação motora

Meninas desenvolvem coordenação para segurar um lápis ou fazer atividades manuais antes dos meninos. Daí o interesse delas por artes e a caligrafia mais arredondada. Eles, por sua vez, têm maior capacidade de correr e pular do que elas.

Meninos geralmente tendem a se envolver mais em atividades de risco, visto que o centro do prazer em seu cérebro é diretamente ligado a elas.

Campanha de Doação de Fraldas

Fala

Nos primeiros anos de vida, as meninas saem na frente com a sua capacidade de se comunicar, e não só pela linguagem verbal. Elas geralmente começam a falar mais cedo e têm maior capacidade de expressar seus sentimentos.

Essas habilidades também se desenvolvem nos meninos, mas o processo deles leva um tempo maior. É por isso que pais e educadores devem estimulá-los com histórias que exaltem as emoções dos personagens.

Desfralde

Meninas costumam desfraldar mais cedo que meninos. É claro que os pais devem estimular ambos da mesma forma, mas, por uma questão de maturidade, o processo geralmente ocorre primeiro nelas e depois neles. Elas também fazem menos xixi na cama do que eles.

Identidade sexual

Meninos e meninas começam a descobrir as diferenças fisiológicas entre eles normalmente entre os 2 e os 6 anos de vida. Mas, já na adolescência, elas tendem a se interessar primeiro pelo sexo oposto.

Conduta dos pais

Por muito tempo, o desenvolvimento intelectual dos meninos era mais estimulado pelos pais, que esperavam que eles se tornassem grandes profissionais enquanto elas se dedicassem a cuidar do lar.

Isso tem mudado de forma positiva, visto que as mulheres vêm conquistando uma posição mais ativa no mercado de trabalho.

É importante ter em mente que esse desenvolvimento deve ser estimulado igualmente em meninos e meninas, para que a sociedade conquiste uma condição de maior igualdade entre os sexos.

E você? Também acha que a participação dos pais é fundamental para o desenvolvimento infantil, independentemente do sexo da criança? Deixe seu comentário!