O que fazer quando o bebê tem seu primeiro resfriado?

4 minutos para ler
Cuidados com Recém NascidosPowered by Rock Convert

Uma das situações mais angustiantes para mães de primeira viagem, e até para as mais experientes, é constatar que seu bebê está doente. Os resfriados, que são comuns na nossa rotina em tempos mais secos e frios, também podem atingir a saúde dos pequenos. Para não diminuir a qualidade de vida do bebê, é preciso ficar atento e ter alguns cuidados no tratamento dos desconfortáveis sintomas dessa doença.

Seu bebê apresentou o primeiro resfriado e você não sabe exatamente o que fazer para ajudá-lo a se sentir melhor? Separamos algumas valiosas dicas para você diminuir a ansiedade e cuidar do resfriado do seu baby quando ele apresentar esses sintomas. Confira!

Como evitar resfriados no bebê?

É triste compartilhar essa afirmação, mas infelizmente, nenhum de nós, nem mesmo os bebês, estão livres de contrair algum tipo de resfriado ao longo de seu desenvolvimento. O contato com essas viroses, inclusive, é uma etapa importante para a criação dos anticorpos que vão proteger seu bebê de outras doenças similares na vida adulta. Por isso, é natural que eventualmente ele apresente alguns sintomas desconfortáveis e característicos desses quadros clínicos ainda nos primeiros meses, ou anos, de vida.

Garantir a amamentação correta (com leite materno) é uma maneira de fortalecer o sistema imunológico do seu bebê, já que eles recebem muitos dos anticorpos que foram produzidos pelo organismo materno através desse alimento, e que podem ajudar a combater os sintomas do resfriado com mais eficiência.

Como identificar um resfriado?

Os resfriados em bebês se manifestam da mesma maneira que em crianças e adultos. Os sintomas mais comuns são os espirros, a coriza constante, os olhos vermelhos, a irritação, redução do apetite e, em alguns casos, a manifestação de quadros febris discretos.

Se você identificar algum desses sintomas no seu filho, recomendamos que vá a um pediatra para que ele possa dar o diagnóstico e te passar as orientações necessárias para tratar o problema.

Papinhas para BebêPowered by Rock Convert

Como tratar esse quadro clínico?

Para tratar resfriados é preciso, primeiro, contar com a ajuda de um pediatra. Além de diagnosticar a doença e os sintomas, esse profissional é o único capacitado a te orientar sobre a necessidade do uso de alguma medicação e quais cuidados você deve ter com o bebê durante a manifestação dos sintomas.

Alguns cuidados secundários que podem complementar o tratamento oferecido pelo pediatra são:

  • Oferecer muita água ao longo do dia, para evitar a desidratação;
  • Fracionar a alimentação, já que o apetite está reduzido;
  • Realizar o uso nebulizadores, que ajudam a umidificar o ar e limpar as vias respiratórias da criança;
  • Pingar rinosoro no nariz (em quantidades estabelecidas pelo médico) para aliviar a coriza;
  • Posicionar o bebê para dormir com a cabeça um pouco mais elevada, minimizando os efeitos do nariz entupido.

O resfriado pode se transformar em um quadro mais grave?

Os resfriados são frequentemente confundidos com quadros de gripe, que é uma virose um pouco mais grave, porém também muito comum na rotina do bebê. Quando seu filho começar a apresentar quadros febris constantes, chegando a temperaturas maiores que 37,5ºC, é importante consultar um pediatra, para evitar complicações, e iniciar um tratamento.

Caso a criança não responda ao uso do medicamento, apresentando quadros febris persistentes e muita irritação, volte a se consultar o médico para trocar o tratamento. Sintomas alérgicos, como manchas na pele e erupções, também podem ser sinais importantes para apresentar ao pediatra e tratar.

O tratamento dos resfriados, inicialmente, deve se basear em muita paciência, dedicação e cuidado com o bebê, já que não existem remédios que são capazes de eliminar a virose do organismo humano, mas somente minimizar seus sintomas desconfortáveis. Em casos de dúvida e insegurança, nunca deixe de procurar o seu pediatra e seguir as orientações repassadas por esse profissional.

Essas dicas foram úteis para você? Deixe um comentário! Não se esqueça também de assinar a nossa newsletter para receber mais informações sobre o universo dos bebês!

Cuidados com Recém NascidosPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário