O que é o teste da linguinha e como ele funciona?

4 minutos para ler
Cuidados com Recém NascidosPowered by Rock Convert

A lista de exames necessários após o nascimento do bebê tem crescido nos últimos anos, colocando os avanços da medicina à disposição dos recém-nascidos para diagnosticar possíveis problemas que podem ser corrigidos ou evitados, se forem tratados precocemente. Se há trinta anos os bebês só passavam pelo teste do pezinho, atualmente são feitos ainda na maternidade o teste da orelhinha, do olhinho, do coraçãozinho e, recentemente, o da linguinha.

O teste da linguinha passou a ser oferecido nas maternidades e pode causar apreensão em pais e mães de primeira viagem. Pensando nisso, decidimos tirar todas as suas dúvidas sobre esse exame tão importante! Vamos lá?

O que é o teste da linguinha?

O teste da linguinha é um exame feito em todos os recém-nascidos, ainda na maternidade, para detectar se existe alguma alteração no frênulo — que é a membrana que liga a língua à parte inferior da boca, também conhecida como freio. Se houver limitação dos movimentos da língua, é feito o diagnóstico e o encaminhamento para tratamento.

Como é feito o exame?

O teste da linguinha é composto por um questionário sobre a amamentação, que inclui dados como frequência, qualidade e possíveis problemas durante as mamadas, a observação da boca e da língua do bebê, em repouso e durante o choro, e a avaliação anatômica do freio — espessura, posição e fixação na boca. Esse exame pode ser feito por qualquer profissional da saúde, mas a avaliação de um fonoaudiólogo pode trazer mais segurança aos pais. O ideal é que o exame seja feito nas primeiras 72 horas de vida do bebê.

Papinhas para BebêPowered by Rock Convert

Qual a importância desse exame?

A condição conhecida como língua presa — diagnosticada no teste da linguinha — identifica casos de limitação nos movimentos da língua, que causa dificuldades na amamentação, no processo mastigatório, na deglutição e na fala. A alteração na língua faz com que o bebê tenha menos sucção e longas pausas ao mamar, sendo a principal responsável por desmames precoces. Mesmo assim, o problema pode passar despercebido pelo pediatra, trazendo consequências futuras. Por esse motivo o exame é tão importante!

O que fazer após o exame?

Apesar de não ser um consenso entre os especialistas, o exame funciona como uma triagem para diagnosticar casos em que a cirurgia é necessária. Através do exame, o bebê pode ser encaminhado a um fonoaudiólogo para confirmar a necessidade do procedimento cirúrgico, que é praticamente indolor. Na cirurgia, é feito um corte no frênulo (freio) para liberar os movimentos da língua. Esse procedimento simples facilita a amamentação, a alimentação e a fala, prevenindo problemas futuros. O procedimento é feito com anestesia local, dura poucos minutos, e logo após o seu término a criança já pode ser amamentada.

Onde fazer o exame e qual o seu custo?

O exame é oferecido em todas as maternidades públicas e particulares do país, e não tem nenhum custo. Graças à Lei nº 13.002/2014, a cirurgia deve ser oferecida, obrigatoriamente, de forma gratuita.

O teste da linguinha é mais uma ferramenta para avaliar a saúde geral do recém-nascido e, se for constatado algum problema, a intervenção é feita rapidamente, de forma praticamente indolor, prevenindo consequências futuras — que podem ser graves. Quanto menor a criança, mais rápida é a recuperação!

E você, ainda tem alguma dúvida sobre o teste da linguinha? Faça suas perguntas pelos comentários e assine nossa newsletter para receber mais informações sobre a saúde da gestante e do bebê!

Cuidados com Recém NascidosPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário