Cuidados na gravidez Gestação

Quais nutrientes uma grávida precisa?

Grande parte das gestantes têm muitas dúvidas com relação à alimentação nesse período. Principalmente nessa época da vida, é necessário uma dieta equilibrada para garantir a correta absorção de nutrientes. Afinal, a mamãe está alimentando uma nova vida e é fundamental também nutrir-se de forma adequada para o bem de sua própria saúde.

Além disso, a boa nutrição nessa fase é essencial para ter uma gravidez saudável e para evitar que o bebê desenvolva problemas de saúde ao longo de sua vida. Quer saber como se alimentar corretamente e o que deve ser evitado? Então continue com a leitura!

Como deve ser a alimentação durante a gravidez?

Um acompanhamento nutricional é fundamental durante a gravidez. Desse modo, o profissional avaliará as condições particulares de cada gestante para, então, indicar a melhor forma de se alimentar para garantir a absorção de nutrientes indispensáveis.

Mas há cuidados que toda mamãe deve ter. A alimentação deve ser fracionada entre 5 a 6 refeições por dia, a cada 3 horas. Isso diminui os enjoos, previne a hipoglicemia e facilita a digestão, que fica mais complicada nessa fase. A oscilação hormonal característica da gravidez acaba retardando o esvaziamento do estômago, provocando náuseas, azia e refluxo.

Ainda, o útero faz pressão sobre o intestino, deixando-o mais lento. Por esse motivo, é essencial ingerir bastante líquido e consumir alimentos ricos em fibras. Além de ajudar no trânsito intestinal, manterá a glicose equilibrada.

Quais nutrientes não podem faltar na gestação?

Há nutrientes que são imprescindíveis para que tanto a gestante quanto o bebê tenham um desenvolvimento saudável. São eles:

Proteínas

As proteínas atuam no aumento do útero, na formação do líquido amniótico e da placenta. Além disso, garantem o desenvolvimento e o crescimento do bebê. Ainda, fornecem vitaminas do complexo B, fósforo, magnésio e ferro ao organismo. Então, não deixe de consumir leguminosas, frango, peixe, carne vermelha e clara de ovo.

Ácido fólico

Trata-se de um dos nutrientes mais importantes durante a gravidez. O ácido fólico evita a má formação do sistema nervoso da criança, em especial no primeiro trimestre da gestação. Sendo assim, inclua no seu cardápio as frutas cítricas, espinafre, pão integral, feijão, brócolis.

Ferro

O ferro é importante por prevenir a anemia e promover a distribuição de oxigênio tanto para o bebê quanto para a mamãe. Esse nutriente é encontrado na gema do ovo, no agrião, no frango, na carne, no peixe e na beterraba, por exemplo.

Cálcio

É essencial para a formação dos dentes e ossos do bebê e, ainda, diminui as chances de hipertensão no final da gravidez. São fontes de cálcio os vegetais verde-escuros, leite e derivados.

Vitamina C

Aumenta a imunidade e auxilia na absorção do ferro. A vitamina C é encontrada em frutas cítricas, tais como acerola, limão, laranja, morango e abacaxi.

Ômega 3

É responsável pela formação da retina, desenvolvendo a visão do bebê. Também regula a pressão sanguínea e evita a depressão pós-parto. O ômega 3 é encontrado principalmente nos peixes de água fria e salmão.

O que não deve ser consumido na gravidez?

Há alguns alimentos que a gestante não deve ingerir, tais como:

  • adoçantes artificiais;
  • excesso de sal;
  • bebidas e comidas com cafeína (café, chá-preto, mate, chocolate, refrigerante à base cola);
  • embutidos e miúdos;
  • ovos crus;
  • peixe cru;
  • carne crua ou mal passada; e
  • excesso de farinha branca e açúcar.

Portanto, a absorção de nutrientes essenciais é fundamental para a saúde da gestante e também para o bom desenvolvimento do bebê. Por isso, procure manter uma alimentação balanceada conforme descrevemos e não deixe de ter um acompanhamento nutricional durante toda a gestação.

Comentar