Saúde e Bem Estar

Quais os maiores motivos de stress das mães

Escrito por Equipe Fraldário

O perfil da mulher mudou muito de 1970 para cá. Foi a partir dessa época que as mulheres ingressaram no mercado de trabalho com maior expressividade e, consequentemente, passaram a ter dupla ou até tripla jornada por não receberem ajuda nas tarefas do lar e no cuidado com os filhos.

Mesmo que as mães de hoje tenham consciência de que não podem ser perfeitas, ainda há muitas preocupações em suas rotinas — e você provavelmente se identifica com alguma delas. Neste post, vamos apresentar alguns dos motivos que mais deixam as mulheres estressadas atualmente.

E se o dinheiro não for suficiente?

Problemas financeiros são uma das causas da insônia de muitas mães. Elas estão sempre preocupadas em oferecer o melhor aos filhos: um quartinho aconchegante, enxoval completo, plano de saúde, boa creche ou escola, roupas novas, festas de aniversário, brinquedos e eletrônicos que os pequenos sempre pedem, entre outras coisas.

Esses receios são legítimos, pois o desejo de toda mãe é dar uma boa qualidade de vida aos seus filhos. E, como agora ela também está no mercado de trabalho batalhando por isso — muitas vezes sem a presença de um companheiro ou pai da criança —, essa apreensão se torna ainda maior.

Quem faz as tarefas do dia a dia?

Quando presentes, os homens têm cumprido com alguns afazeres do lar, mas essas tarefas sempre foram subjugadas às mulheres. Inclusive, a expressão “ajudar em casa”, tão utilizada para falar do trabalho dos homens no lar, já demonstra que essa é uma responsabilidade dada a elas, sendo dos homens apenas o papel de auxiliar quando podem.

Mesmo as mulheres que contam com a ajuda de domésticas ficam incumbidas de planejar e coordenar o serviço. Assim, as que trabalham fora ainda têm muito a fazer quando chegam em casa, como organizar a bagunça, cuidar das roupas, preparar as refeições e lavar a louça.

Campanha de Doação de Fraldas

Com tanto tempo gasto nessas atividades, mal sobra tempo para que elas cuidem de si, fator que colabora (e muito) para deixar as mulheres estressadas e cansadas.

Quem vai cuidar dos filhos?

O cuidado com os filhos é mais uma das tarefa que é mais incumbida às mulheres que aos homens. Provavelmente, a dificuldade que muitas mães têm de delegar alguns afazeres vem da idealização da maternidade. Assim, muitas são levadas a crer que estão falhando em seu papel ao dividir as responsabilidades.

Mas acredite: é um erro pensar assim! É realmente muito difícil uma pessoa dar conta de trabalhar fora, cuidar do lar e dos filhos, ser uma boa companheira e ainda ter tempo para si mesma. Ao tentarem ser perfeitas em multitarefas, as mulheres estão ficando sobrecarregadas, e isso tem afetado seriamente a sua saúde mental.

Como amenizar as dificuldades das mulheres estressadas?

Não tenha medo de dividir os afazeres domésticos. Lembre-se que o seu companheiro também é responsável pelas tarefas de casa, da mesma forma, é responsável pelos filhos — afinal, ele também vive ali, não é? Ele não é apenas um suporte para você, e é preciso que ele tenha o mesmo comprometimento. Quanto às crianças, lembre-se que também é possível contar com a ajuda dos avós, titios e amigos.

Não exija tanto de si e não deixe que a pressão da sociedade afete sua autoestima. Para ser uma boa mãe, é preciso que a mulher esteja bem consigo, sem ansiedades, estresses ou tarefas em excesso. Portanto, tenha um tempo para cuidar de si mesma: isso é fundamental!

Como você viu, não é à toa que há muitas mulheres estressadas hoje em dia. Além das pressões da sociedade, há as pressões da família e as que elas mesmas impõem a si. Os principais problemas relatados por elas é a situação financeira, idealização inatingível da maternidade, sobrecarga com afazeres do lar e maternos. Por isso, é preciso que todos tenham empatia com as mães e se disponibilizem para fazer por elas.

Alguns desses fatores também são causas do seu estresse? O que você faz para amenizar o problema? Compartilhe suas opiniões e ideias aqui nos comentários e mostre às outras mamães que elas não estão sozinhas nessa situação!