Meningite: saiba quais são as causas e como proteger seus filhos

A meningite é causa de grande preocupação principalmente entre os pais de crianças pequenas. É uma doença que provoca inflamação das meninges, membranas que recobrem a medula espinhal e o cérebro, e pode ser desencadeada por dois tipos de agentes: as bactérias e os vírus.

Confira a seguir nosso especial sobre a doença, com mais informações a respeito das causas da meningite e dicas para proteger seus filhos.

Causas da meningite

As meningites do tipo viral são normalmente benignas e não têm nenhum tipo de imunização. Já as meningites provocadas por bactérias são mais sérias e precisam ser tratadas com urgência. Isso porque, à medida que as bactérias começam a liberar toxinas no organismo, o risco da infecção chegar ao cérebro se torna mais grave.

Os tipos de tratamento variam de acordo com a bactéria causadora da doença, mas normalmente é feito com o uso de antibióticos e corticoides.

Principais sintomas da doença

Não é fácil identificar imediatamente os sintomas da meningite porque eles podem ser confundidos com os de outras doenças comuns.

Eles incluem tensão na moleira, dor de cabeça, febre, rigidez na nuca, choro e irritabilidade. Podem surgir ainda as petéquias, pequenas manchas avermelhadas na pele.

Por isso é importante não subestimar esses pequenos sinais e procurar o médico, principalmente se a criança apresentar febre alta.

Como proteger seus filhos

Entre as consequências de um diagnóstico tardio da meningite estão sequelas graves, como alterações neurológicas, surdez e até amputações. Diante desse cenário, a prevenção é fundamental. Confira a seguir algumas dicas para proteger as crianças:

Vacine seu filho

A principal forma de prevenção contra a meningite é a vacinação realizada nos bebês a partir de 2 meses. Ainda que a ocorrência da doença nessa faixa etária seja baixa, o índice de mortalidade nesses casos é muito alto.

Fique atento ao calendário de vacinação e não se esqueça também das vacinações de reforço que ocorrem após a imunização.

O Sistema Único de Saúde disponibiliza a vacina contra a meningite meningocócica do grupo C, considerada a bactéria responsável pelo maior número de casos da doença aqui no Brasil.

A rede privada também oferece vacinas contra a meningite, como a Pneumo13 e a quadrivalente. Desde 2015 encontra-se disponível também a vacina contra o meningococo tipo B. Muitos pais têm dúvidas sobre a necessidade dessa aplicação principalmente pelo valor dessa vacina, que costuma variar entre R$ 300 e R$ 700.

Mesmo que não seja obrigatória, a recomendação dos infectologistas é realizar a vacinação como uma proteção maior, especialmente na infância. Na dúvida, vale a pena consultar o pediatra e verificar com ele se há uma grande ocorrência de meningite em sua região.

Evite ambientes fechados

A meningite é contagiosa e contraída principalmente por meio de secreções respiratórias das pessoas com a infecção. E é justamente nos períodos mais frios que aumenta a contaminação, porque as crianças permanecem mais tempo em lugares fechados.

Dessa forma, mantenha pelo menos uma porta ou janela aberta para a circulação do ar. A mesma medida vale no uso de transportes públicos.

Não descuide da higiene

Os cuidados diários com a saúde são uma excelente maneira de evitar o contágio da meningite e de outras bactérias causadoras de doenças nas crianças.

Oriente o seu filho a seguir medidas básicas de higiene, como lavar sempre as mãos com sabão e água, principalmente antes e após as refeições, ao assoar o nariz ou utilizar o banheiro.

E na hora de espirrar ou tossir, é importante cobrir o nariz e a boca para evitar que as secreções possam ser espalhadas.

Oriente seu filho também sobre o compartilhamento de comida, talheres e outros objetos que possam eventualmente estar contaminados.

Evite contato com pessoas infectadas

Se houver algum caso de meningite no círculo próximo à criança, o cuidado precisa ser redobrado. A primeira medida é afastar o seu filho da pessoa infectada. O uso de máscara em caso de contato com o doente também é recomendado.

As causas da meningite a tornam uma doença muito grave, mas você aprendeu com a gente que a prevenção é a melhor arma para proteger seus filhos dessa doença.