Gestação

Quais são os exames necessários durante o pré-natal?

Escrito por Equipe Fraldário

Toda mamãe deseja ter uma gravidez tranquila e gerar um filho saudável. Para isso, os exames pré-natal são indispensáveis. Afinal, são eles que garantem a saúde e o bem-estar da gestante e do seu bebê, já que são capazes de evitar e detectar problemas como doenças cardíacas, parto prematuro e diabetes.

Trata-se de exames laboratoriais que toda grávida precisa fazer, ao longo dos nove meses, a fim de evitar complicações. Por isso, elaboramos este post, para tirarmos todas as suas dúvidas, explicando quais são os exames necessários e a importância de cada um deles. Portanto, continue com a leitura e não deixe de fazê-los, certo?

Glicemia em jejum

Normalmente é feito logo no início da gravidez e repetido na vigésima sexta semana – fase em que o corpo apresenta maior dificuldade para absorver o açúcar. Por isso, é realizado um exame de sangue para medir a quantidade de glicose presente no organismo.

Assim, é possível verificar quadros de intolerância à glicose e diabetes gestacional, o que exige maiores cuidados. O jejum deve ser de oito horas. Caso o médico ache necessário, é feito um exame mais específico chamado Curva Glicêmica. Nesse caso, é realizado duas horas após a ingestão de alimentos.

Hemograma completo

É pedido logo na primeira consulta e repetido ao longo da gestação, em geral, a cada trimestre. Alguns médicos preferem realizá-lo mensalmente. Por meio desse exame analisa-se a quantidade de glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas.

Assim, é possível identificar se a gestante apresenta algum quadro de infecção, alergia, reação tóxica, anemia e se há riscos de desenvolver hemorragias e tromboses. Portanto, é um dos exames pré-natal que deve estar sempre rigorosamente em dia.

Papanicolau

Esse exame deve ser realizado anualmente, por todas as mulheres em idade fértil e também pelas gestantes, sendo pedido na primeira consulta. O Papanicolau é extremamente importante para prevenir o câncer de colo de útero. No caso das grávidas, também avalia possíveis infecções, corrimentos ou doenças que possam vir a comprometer a saúde da mãe e do filho.

Ultrassonografia

O ultrassom é um dos exames pré-natal mais aguardados pelas mamães, afinal é por meio dele que o desenvolvimento do bebê é acompanhado. Sendo assim, é realizado ao longo de toda a gravidez, servindo para:

  • confirmar a gravidez;
  • atestar se o bebê está realmente no útero e não nas trompas;
  • constatar o tempo exato da gestação;
  • verificar os batimentos cardíacos do neném;
  • ver se são gêmeos;
  • calcular a data do parto.

Além disso, ainda permite acompanhar todo o desenvolvimento morfológico da criança, afastando possibilidades de má-formação. Inclusive, o ultrassom que mede a translucência nucal — realizado por volta da décima primeira semana — tem a função de avaliar o risco de doenças genéticas, como a Síndrome de Down.

Sorologia

É fundamental que exames sorológicos sejam realizados para detectar doenças como HIV, sífilis, hepatite (A, B e C), toxoplasmose, rubéola e citomegalovirose. A presença de alguma delas pode ser bastante prejudicial para a gestação. Assim, caso haja a confirmação, o médico tomará providências para que o bebê não seja infectado e os possíveis problemas possam ser evitados ou minimizados.

Os exames pré-natal são, portanto, de extrema importância para garantir uma gestação saudável tanto para a mamãe quanto para o bebê. Realize todos os que o médico requisitar e siga todas as recomendações do profissional. Assim, certamente você terá uma gravidez tranquila e garantirá a saúde e o bem-estar de seu filho.

Ficou com alguma dúvida? Quer falar sobre algum outro exame? Então, deixe seu comentário abaixo e compartilhe suas ideias sobre o assunto!

Comentar