Dor de garganta: o que pode ser e como tratar no seu filho?

Neste artigo você vai ler:

Durante a infância, o sistema imunológico das crianças está em fase de amadurecimento e o organismo ainda não apresenta defesa para combater certos patógenos. Por esse motivo, elas estão mais suscetíveis a problemas como a dor de garganta, que normalmente vem acompanhada de falta de apetite, febre, dificuldade para engolir e mal-estar.

Por mais que seu filho seja saudável, ele estará sujeito a passar pela experiência desagradável de ter uma crise dessas. Diante da situação, conhecer o que pode causá-la e as formas de tratar o incômodo é fundamental. Contudo, existem inúmeros fatores desencadeantes — o que dificulta essa tarefa.

É justamente para lhe ajudar que preparamos este post com as principais causas e tratamentos para a dor de garganta. Confira!

Gripe

A gripe é considerada a causa mais comum do problema. Trata-se de uma infecção viral que pode ser facilmente confundida com um resfriado por apresentar sintomas semelhantes.

É transmitida por meio das gotículas de secreção provenientes da tosse ou espirro de uma pessoa já infectada. Além da dor de garganta, outros sintomas podem ser observados, como:

O tratamento inclui repouso, ingestão de bastante líquido e medicamentos específicos que possuem ação anti-inflamatória e antitérmica. 

Laringite

A laringite é uma infecção viral que provoca a inflamação da laringe. Também pode ser originada a partir de uma alergia causada por medicamentos, pólen ou outras substâncias.

Os seus indícios — tosse forte com ruídos, rouquidão, dor de garganta, mal-estar e, em alguns casos, febre baixa — costumam surgir à noite.

Esses sintomas geralmente desaparecem espontaneamente em menos de uma semana, porém, na persistência deles, um médico deverá ser consultado para que uma medicação seja prescrita. 

Faringite

A faringite é outro tipo de inflamação que atinge a garganta. Sua causa está ligada a um vírus e os sintomas aparecem mais comumente no inverno devido ao ar seco, que facilita a infecção viral. Voz rouca, dificuldade para engolir ou falar e garganta seca estão entre eles. 

Não é necessário nenhum tipo de cuidado especial, no entanto, se o problema não desaparecer em uma semana, é recomendada a busca por orientação médica.

Amigdalite

A amigdalite é um processo infeccioso que gera o inchaço das amígdalas, região localizada no fundo da garganta com a função de proteger o organismo de vírus e bactérias. Os efeitos dela são: 

  • dor constante no local;
  • gânglios inchados;
  • febre alta;
  • dor nos ouvidos;
  • voz rouca.

Para amenizar os sintomas, pode ser feita a ingestão de bebidas mais geladas ou mornas, administração de analgésicos para diminuir a febre (conforme recomendação médica), compressa quente sobre o pescoço e manutenção do ar do quarto da criança, umidificando-o com a ajuda de uma toalha molhada.

Essas foram as principais causas e formas de tratar a dor de garganta infantil. Entretanto, é de extrema importância o acompanhamento médico para que seja dado um diagnóstico mais preciso e se tenha a indicação do tratamento adequado.

E aí, gostou do post? Então, compartilhe-o em suas redes sociais para ajudar outras mães com informações sobre esse problema tão comum na infância. Até mais!