/ Gestação

Alimentação: os segredos de uma dieta para gravidez tranquila

A gestação é uma das experiências mais bonitas da vida de uma mulher. Mas os 9 meses também podem trazer inúmeras dúvidas relativas a uma boa nutrição não só para a mamãe, bem como para a formação da criança.

Sabendo que a alimentação é a principal chave para um desenvolvimento saudável, confira agora alguns segredos que podem impulsionar os benefícios de uma dieta para gravidez, garantindo saúde e bem-estar em todas as fases.

A importância de refeições diárias durante a gravidez

Os enjoos e azia são os sintomas mais temidos pelas grávidas. Mas calma! Eles marcam presença apenas no início e fim da gestação e podem ser minimizados com a própria alimentação. De olho em uma nutrição completa, recomenda-se realizar de 6 a 11 pequenas refeições diárias para que não haja sobrecarga em digestões, evitando que o estômago fique completamente vazio.

É importante que o consumo de vitaminas, minerais, proteínas e fibras seja equilibrado em todos os momentos. Deve-se certificar de que haja o consumo de quantidades ideais desses componentes em uma dieta para gravidez, caso contrário, o médico poderá indicar um suplemento vitamínico para suprir as deficiências. É exatamente para essas e outras intervenções que o pré-natal é fortemente recomendado.

Os principais nutrientes de uma dieta para gravidez

Ferro
O ferro é o principal nutriente para fortalecer o sistema imunológico da mãe e do filho. Por isso, o indicado é inserir fontes desse mineral em 3 ou mais refeições, garantindo um consumo diário de 27mg. Veja abaixo alguns alimentos que podem fornecer esse nutriente:

  • carne magra;
  • vegetais verde-escuros;
  • leguminosas;
  • tofu;
  • sementes de gergelim;
  • sementes de abóbora;
  • cereais integrais.

Folato
Todas as grávidas precisam se atentar ao consumo regular de alimentos ricos em folato, pois ele auxilia na preservação e bom desenvolvimento do tubo neural, prevenindo espinha bífida. Sendo os suplementos chamados de ácido fólico, o uso só pode ser feito com a avaliação e acompanhamento médico. O folato pode ser obtido de forma natural a partir dos seguintes alimentos:

  • folhas verde-escuras;
  • fígado;
  • feijão;
  • batata;
  • carne bovina magra;
  • grão-de-bico.

Proteínas
Os aminoácidos presentes nas proteínas são blocos importantes não só para a construção de células de seu corpo, mas principalmente para o bebê. A dieta para gravidez deve conter proteína suficiente para o crescimento saudável, principalmente durante o segundo e o terceiro trimestre.

As porções diárias podem variar de 40 a 70 gramas por dia. A necessidade é identificada a partir do peso de cada gestante, adequando-se ao plano alimentar individual. Para não haver mais um compromisso diário, você não precisa comer toda a porção recomendada, mas é importante avaliar as porções proteicas semanais, não deixando que se torne uma deficiência.

A carência de proteínas pode ser identificada por meio de sintomas como retenção líquida, fadiga muscular e, até mesmo, perda de peso.

Alimentos e nutrientes necessários em cada trimestre da gestação

1º trimestre
O início da gestação pode ser um tanto quanto desconfortável, já que é caracterizado pelos enjoos e azias. O recomendado é realizar pequenas refeições, para que as digestões ocorram de forma tranquila e para que não haja desconfortos no sistema digestivo.

Na fase inicial, atente-se para o consumo de ácido fólico e a ingestão média de 220mcg de iodo por dia, o que auxilia o desenvolvimento do cérebro e sistema nervoso do bebê. Para garantir esse mineral, é interessante investir em alimentos lácteos, como leite, queijos e iogurtes, além de batata, peixes, banana e morango.

2º Trimestre
Esse período é caracterizado pela redução dos desconfortos e enjoos, o que permite que você se alimente melhor. Agora, é importante investir em alimentos ricos em cálcio e ômega-03, que contribuirão para a saúde óssea da criança. O ideal é investir em, pelo menos, 4 porções diárias de produtos lácteos, que garantam de 1000 a 1300mg de cálcio diariamente.

3º Trimestre
Esse é o período em que seu corpo precisará ainda mais de energia, por isso, o ideal é não descuidar da sua dieta e investir nas refeições mais completas possível. Vale lembrar que, aproximando-se do parto, as azias e desconfortos podem se tornar frequentes novamente, por isso mantenha em uma dieta saudável e regular.

Perceba que a alimentação é sua aliada para fortalecer e prevenir as suas condições e a do bebê durante a gestação. Que tal investir em uma dieta para gravidez saudável e sem riscos?

Alimentação: os segredos de uma dieta para gravidez tranquila
Compartilhar isto

Seja um assinante do Meu Fraldário