/ Gestação

Carreira: lições para te ajudar a conciliar gravidez e empreendedorismo

De repente você se vê largando o emprego fixo e buscando inovar por meio do empreendedorismo. Nessa hora, você acaba ouvindo que está deixando o certo pelo duvidoso, o que não deixa de ser uma verdade. Mas o certo é que se a sua veia empreendedora é mais forte, muito provavelmente você investirá nela.

Além de tudo o que o assunto envolve, ter mais filhos também faz parte dos planos e você precisa aprender a conciliar gravidez e empreendedorismo. Para ajudá-la nessas tarefas, listamos 5 dicas que vão guiar você pelos melhores caminhos para que, durante a gravidez, seja possível dar sequência aos seus negócios sem deixar de lado os cuidados com o bebê e consigo mesma. Acompanhe!

1. Elabore um plano de negócios

A melhor maneira de qualquer empreendedor evitar dores de cabeça é desenvolvendo um plano de negócios. Agora, imagine você que precisa conciliar gravidez e empreendedorismo?

Um plano de negócios ajuda a reconhecer objetivos, entender os passos necessários para alcançar as metas e diminuir os riscos. Isso implica em projetar caminhos que contem com sua presença e liderança, bem como os que você não poderá estar presente.

Se você tiver um plano de negócios, poderá tomar medidas automatizadas para a realização desse plano, independentemente de você ou de outra pessoa executar as ações necessárias.

O site do Sebrae tem um passo a passo interessante sobre como elaborar um plano de negócio eficiente. Confira e estabeleça o seu!

2. Coloque limites no trabalho

Os principais objetivos de deixar o emprego fixo e empreender, além do crescimento exponencial, são: ter mais tempo para os filhos, para a família e melhorar a qualidade de vida.

No entanto, se você não tomar cuidado, é possível que a situação se inverta e você precise trabalhar na empresa, fora da empresa, em casa, de dia, de noite, e até mesmo de madrugada. A tão sonhada qualidade de vida pode se tornar uma ilusão e, se você não tem mais tempo para os filhos, quem dirá para os cuidados pessoais!

A melhor forma de se organizar é reconhecer as próprias limitações e controlar o tempo, visto que ele é finito. Faça uma lista de atividades por ordem de prioridade e procure cumprir todos os detalhes dessa lista sem abrir exceção, a não ser que aconteça algo fundamental para justificar uma mudança de programação.

3. Delegue funções

Mesmo que seja de forma temporária, você precisará de alguém tomando conta da empresa no seu lugar. Por isso, antes mesmo que esse dia chegue, procure alguém da sua confiança para passar as coordenadas e dizer o que você espera durante o tempo em que estiver afastada.

Além disso, no dia a dia, é preciso que você estabeleça uma relação de confiança e delegue funções — desde as mais básicas até as mais complexas. Dividir as tarefas, além de diminuir o trabalho, diminui o estresse e as preocupações. Afinal, você é apenas uma e, por mais que a gravidez não seja doença, vai necessitar de cuidados específicos durante o período.

4. Participe de grupos de compartilhamento de experiências

Que tal compartilhar experiências e conhecer a realidade de outras mães empreendedoras? Essa é uma forma de receber conhecimento e entender os principais erros cometidos, especialmente durante a gravidez.

Os objetivos podem ser diferentes: algumas olham a expansão do capital, outras a flexibilidade de tempo, mas o certo é que todas as mães empreendedoras procuram ter mais tempo de qualidade com seus filhos. A troca de experiência poderá ajudar nessa conciliação entre o tempo dedicado à empresa e à família.

5. Trabalhe com propósito

Se você deixou o emprego fixo para se dedicar à gravidez e aos demais filhos, suas ações devem ser direcionadas a esse propósito. Nada de se autossabotar e trabalhar mais do que você trabalhava.

Crie metas de curto, médio e longo prazo e estabeleça as ações necessárias para atingir os objetivos. Dessa forma, você saberá exatamente o que precisa fazer para chegar onde deseja, sem se privar dos cuidados pessoais.

Com essas atitudes, além de conciliar gravidez e empreendedorismo, você atingirá suas metas com qualidade de vida e verá sua empresa crescer dia após dia.

Para ajudar a enriquecer esse assunto, que tal deixar um comentário e compartilhar suas experiências?

Carreira: lições para te ajudar a conciliar gravidez e empreendedorismo
Compartilhar isto

Seja um assinante do Meu Fraldário