Mãe Solteira: como conciliar os filhos com a vida amorosa?

3 minutos para ler
Cuidados com Recém NascidosPowered by Rock Convert

Você teve um filho, dois ou mais. Por qualquer razão, o relacionamento com o pai (ou pais) das crianças não deu certo. E agora? Pode ser que as várias tarefas da vida de uma mãe solteira te deixem suficientemente ocupada, mas pode ser bom encontrar uma pessoa capaz de dividir as delícias dessa experiência.

Os filhos exigem muita atenção, mas se esta for de sua vontade, a vida amorosa não precisa estacionar. É tempo, a qualquer momento, de decidir recomeçar, inclusive com mais respeito e equilíbrio.

Não sabe como conciliar a vida amorosa com a criação de seus filhos? Então confira a seguir:

Estou pronta para recomeçar?

Antes de qualquer tentativa de novo relacionamento, é fundamental encarar a seguinte questão: estou mesmo pronta para isso? Não adianta tentar um namoro com uma pessoa nova, se o coração ainda não se resolveu, a vida ainda não deu espaço ou a insegurança ainda domina.

Não vale a pena seguir a cabeça dos outros e nem ter aquele medo clássico de “ficar sozinha”. Lembre-se de que o importante é estar bem, firme e disposta, de verdade, e deixar surgir um novo amor. Quem sabe ele também tem filhos?

Papinhas para BebêPowered by Rock Convert

Comece pelas coisas que você realmente sente

Solidão? Vontade de conversar? Desejo sexual? Pressão de amigos e familiares? Deixe que digam e que pensem! O que importa, de fato, é o que você sente em relação à sua vida e ao que deseja para o futuro próximo (e distante, quem sabe?). Se for mesmo o momento de recomeçar a vida amorosa, comece a se abrir para as possibilidades que vierem.

Pessoas novas, velhos amigos nunca antes percebidos, amigos de amigos e até redes sociais especializadas — o novo amor pode surgir de onde menos se espera. Mas também pode ser bom dar um empurrãozinho. Deixe-se conhecer, apresentar, abra os olhos — e o coração. Daí para as primeiras saídas ou convites, pode ser um pulo.

Os filhos e o namorado

A relação entre o namorado e os filhos é imprevisível. Por isso, não tente adivinhar o que vai acontecer. Por outro lado, fique atenta às reações de todos ao redor. Pode ser necessário dar um tempo para que todos se acostumem à nova situação e até mesmo passem a se gostar, verdadeiramente.

O cuidado e carinho dos adultos, é claro, devem ser grandes. Os pequenos gostam mesmo é de ser amados. No entanto, se a relação entre namorado e crianças for ruim e não houver como contornar, é melhor pensar duas vezes. Talvez seja hora de recomeçar, mais uma vez. Relacionar-se com pessoas novas não fará mal a ninguém, se todos buscarem a sinceridade e o afeto.

Meu namoro deu certo. E agora?

Você se abriu, recomeçou, encontrou alguém interessante, deixou-se conhecer e o amor se aprumou. A relação com as crianças vai bem. Se você e seu parceiro não quiserem sabotar nada, pode ser que pensem em se casar, aprofundar os laços. Pode ser que façam isso morando na mesma casa, mas pode ser que optem por casas separadas. Cada relação se construirá de uma maneira. Escolha sempre a que trouxer mais felicidade para você e também para o seu filhote, é claro.

E você, como faz para conciliar sua vida amorosa e a criação do pequeno?

Cuidados com Recém NascidosPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário