Como escolher o berço dos sonhos para seu bebê?

6 minutos para ler
Cuidados com Recém NascidosPowered by Rock Convert

A chegada de um bebê na família é marcada por muita ansiedade e alegria! Os pais, tios e avós ficam contando os minutos para poderem ver a carinha do novo membro e encherem ele de muito amor, carinho e mimos. Nessa hora, pensamos em todos os detalhes como roupinhas, acessórios e também o bercinho em que o pequeno irá dormir. Esse último item, em especial, costuma fazer com que muitas mamães, principalmente as de primeira viagem, fiquem com dúvidas na hora de adquirir o que é o mais adequado para seu recém-nascido. Mas fique tranquila, pois nós iremos te dar todas as dicas de como escolher o berço ideal para o seu bebê!

Segurança

A primeira coisa que você precisa verificar na hora da compra do berço é se o mesmo oferece segurança para o bebê. Busque apenas por aqueles que tenham o selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), pois eles garantem que o produto foi adequadamente testado e é seguro para uso.

Além disso, é necessário prestar atenção no espaçamento das grandes do berço, que não pode ser muito grande. Caso contrário, o bebê pode correr o risco de prender as perninhas ou bracinhos quando se mexer durante a noite, ou até mesmo na fase em que aprende a ficar de pé.  O recomendado é que esse espaçamento não ultrapasse 2,5 cm. Verifique também se o móvel possui metais ou parafusos aparentes, que podem causar perfuramentos ou machucados na criança.

Por fim, teste também a resistência deste mobiliário. Pense que seu filho irá usá-lo por alguns anos, e que criança brinca bastante dentro desse espaço, então é bom contar com algo que seja resistente e duradouro. Antes de montar (ou mesmo que alguém o instale para você), é importante verificar se o berço possui um manual de instruções. Com ele, você saberá exatamente quais pontos precisam de atenção e o que fazer caso alguma peça saia do lugar.

Tamanho

A primeira coisa a ser levada em consideração é o espaço em que esta mobília irá ficar, e a partir daí você pode escolher a mais adequada. Existem dois padrões de berços: o americano e o brasileiro. O primeiro costuma ter 1,30m x 70cm enquanto o segundo é um pouco menor, sendo de 1,30m x 60cm. A diferença é pequena, mas é preciso ter atenção por causa do colchão, já que um no padrão brasileiro pode acabar ficando pequeno no americano ou o contrário.

Uma opção que as mamães têm é fazer berços sob medida. Eles permitem que o móvel tenha um tamanho adequado às necessidades dos pais e principalmente para que caiba no espaço reservado á ele no quarto da criança ou dos responsáveis. Só fique atento para que ele não seja muito alto ou muito baixo, pois isso pode causar desconfortos às mamães na hora de colocarem os filhos para dormir.

Dê preferência também àqueles que tenham grandes altas, pois quando o bebê crescer não correrá o risco de tentar pulá-lo e acabar se acidentando. O recomendado é que tenha, no mínimo, 60 cm. Além disso, é necessário que o marceneiro responsável tenha prática na fabricação de berço, pois não se trata de um móvel comum. Verifique se ele segue os padrões e tamanhos de segurança, evitando assim que a criança corra algum perigo enquanto dorme.

Papinhas para BebêPowered by Rock Convert

Funcionalidade

O mercado tem buscado produzir berços que atendam as necessidades das crianças e das mamães. Algum deles acompanham gavetas laterais e um trocador, e isso é um ponto positivo para mães que querem ganhar espaço e buscam por praticidade na hora de trocarem as fraldas e a roupinha de seus pequenos.

Além disso, você também pode encontrar berços que são desmontáveis. Esse tipo é excelente para mães que viajam muito e não querem que seus filhos percam o conforto de seu bercinho, não importa onde eles estejam!

Outro tipo de berço que também tem sido bastante buscado é aquele que se transforma em caminhas. Eles são excelentes por acompanharem o crescimento da criança e também ajudam na economia para os pais, que não precisarão gastar dinheiro com um novo móvel depois de alguns anos.

Uma segunda opção que tem sido bastante procurada por pais preocupados são os berços antirrefluxo. Eles permitem que o colchão tenha elevação e, com isso, caso o bebê vomite ou golfe, não correrá o risco de engasgar. Esse tipo de berço garante bastante segurança e é indicado, principalmente, para recém-nascidos.

Decoração

Se o bebê terá um quartinho só dele, vale a pena investir em um bercinho que case com a decoração do lugar. Por exemplo, se tudo no quarto é clarinho, opte por um berço branco ou creme. Agora, se o ambiente tiver detalhes mais fortes ou outros móveis de cores escuras, então aqueles que são fabricados em mogno se tornam uma boa opção. Mas fique tranquila, pois você pode usar acessórios que são vendidos separadamente, como almofadas e brinquedos, que tornarão o cantinho do seu filho mais divertido e aconchegante.

Adaptação

Provavelmente você já deve ter ouvido algum parente ou amigo falar que o bebê só deve ficar no berço até certa idade, porém, isso é irrelevante. A primeira coisa que é necessária avaliar é o tamanho do berço e como a criança se sente em relação a ele. Geralmente, é recomendável que os pequenos fiquem nesse espaço até os 3 anos de idade, mas têm crianças que, aos 2 anos, já não querem mais ficar nele e reclamam disso.

Será necessário que os pais fiquem atentos aos costumes e comportamento dos filhos conforme crescem e como eles se portam com relação ao berço. Observando bem esses detalhes, você saberá se seu pequeno ainda pode ficar neste tipo de cama ou se já está na hora de trocá-la.

Gostou das nossas dicas? Se você ainda tem dúvidas de como escolher o berço do seu bebê ou se tem outras sugestões bacanas para as mamães, basta deixar aqui nos comentários!

Cuidados com Recém NascidosPowered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário