Maternidade

Como conciliar filhos pequenos com o trabalho?

Livro Mãe Fora da CaixaPowered by Rock Convert

Você teve seu bebê, curtiu bastante, cuidou e aprendeu muito com ele. No entanto, o tempo de licença-maternidade terminou e você precisa voltar ao trabalho. Dá um certo medo, não é? Sentimentos misturam-se e muitas dúvidas vêm. Onde deixar os filhos e como eles serão tratados? Como continuar a amamentação? Como conciliar filhos pequenos com o trabalho?

Na vida de uma mulher que precisa cumprir várias tarefas, o importante é conciliar tudo com segurança e evitar o sentimento de culpa. A própria mamãe pode achar que o crescimento dos filhos ficará comprometido em razão de sua ausência temporária, para trabalhar. Mas não é bem assim!

Cada vez mais, é comum pais e mães que acumulam ocupações e possuem uma rotina agitada de compromissos, que não apenas exigem tempo como também dedicação e esforço.

Contudo, em muitos casos, a dificuldade em conciliar trabalho e filhos acaba frustrando-os. Afinal, se sentem culpados por não estarem mais presentes no dia a dia dos pequenos, acompanhando sua educação com mais esmero ou tendo que deixar seus cuidados nas mãos de terceiros.

Entretanto, é possível corrigir isso por meio de algumas pequenas mudanças no seu cotidiano, que permitirão harmonizar ambas as atividades de uma maneira muito mais orgânica e benéfica para a sua família.

Neste post, trouxemos 6 dicas que podem ajudar você a viver uma vida nova, conciliando filhos e trabalho. Confira agora!

O que fazer quando a licença acabar?

Antes de a licença terminar, você já deve ter pensado onde as crianças ficarão, enquanto estiver fora de casa. Procure a solução possível para suas condições, sempre pensando no bem-estar dos pequenos e também no seu.

Se há pessoas conhecidas e de confiança, ótimo. Se for necessário procurar uma creche, confie e fique atenta. Se for o caso de contratar uma babá, envolva-se com a questão e a oriente bem, para que tanto você quanto seus filhos possam passar algumas horinhas separados, sem muito sofrimento.

Busque a autonomia de todos

Tudo o que você sentir e demonstrar será percebido pelas crianças. Se sofrer e chorar, é bem provável que elas também o farão. Não é simples! Dá mesmo uma saudade grande dos pimpolhos, além de muita insegurança sobre como eles (e você) se sentirão.

Considere que a separação por algumas horas além de natural, é também necessária para a autonomia de todos. Você precisa retomar um aspecto importante da sua vida, o trabalho; e eles precisam aprender sobre si, mesmo quando a mamãe não está por perto.

Reaprenda uma rotina com boa vontade

A rotina de quem tem filhos, especialmente o primeiro, muda muito. Horários, hábitos, afazeres e até prazeres. O tempo que você levava para se arrumar será dobrado. São duas bolsas, dois banhos, muito mais o que pensar.

Quando é hora de voltar ao trabalho, a rotina precisa se ajustar de novo. O roteiro de carro ou de ônibus pode se alterar, já que será necessário dar aquela passadinha em casa, para amamentar, uma outra para levar e buscar o bebê em algum lugar etc. Isso vai ser a vida da família, daí em diante, e não fará mal a ninguém!

Não saia de casa sem se despedir dos pequenos

Os pequenos podem sentir e compreender o que você demonstra na hora de sair de casa para trabalhar. Fale com elas sobre ir e voltar, vá carinhosamente, fale do retorno. Mas evite sair escondido!

Mostre que suas saídas são temporárias. Transmita segurança aos seus filhotes. A nova rotina será um outro aprendizado. Pode ter certeza: a chegada da mamãe em casa será comemorada com abraços e beijinhos!

Aproveite o tempo livre com qualidade

Já que é necessário trabalhar para sustentar a família, é importante ter carinho durante os momentos juntos. A rotina de cada profissão permite algo diferente. Há mães que trabalham de dia, outras, à noite. Há profissionais que dão plantão e outros que precisam levar tarefas para casa. É necessário ter isso claro e explicado.

E, sempre que for possível, planeje momentos de diversão e alegria para o tempo de folga. Independentemente da escolha de um passeio fora ou de ficar em casa fazendo um bolo, o fundamental é dar atenção verdadeira aos filhos, ficar juntos, incluí-los nas tarefas.

Mude a sua rotina aos poucos

Procure não fazer uma mudança brusca em sua rotina. Pode ser que a dificuldade, inclusive,  seja mais sua do que das crianças. Vá ampliando as horas fora com o passar dos dias e volte para amamentar, se for o caso. Também é interessante falar com eles, usando alguma tecnologia, ou mesmo pedir a ajuda de pessoas próximas, se for possível.

Pode ser muito importante para os pequenos dar aquela ligadinha, só para perguntar se está tudo bem. Principalmente quando eles estão um pouco maiores, é importante manter o canal de comunicação aberto.

Crie atividades que envolvam toda a família

Quando você sente que conciliar trabalho e filhos tem se tornado uma tarefa mais árdua do que gostaria e passa a se cobrar mais e mais para dar atenção às crianças, é preciso parar e refletir. 

Analisar alternativas para que você possa otimizar melhor o seu tempo e, assim, estar mais presente na vida delas é essencial.

Uma forma útil de reverter esse quadro é apostar em atividades que reúnam toda a família no mesmo ambiente para que troquem experiências, aumentem a união familiar, conversem entre si, divirtam-se lado a lado e, de quebra, ainda estimulem o desenvolvimento infantil.

E, ao contrário do que alguns pais possam imaginar, elas não precisam ocorrer diariamente, mas pontualmente. Desse jeito, você se programa e pode fornecer entretenimento na medida certa para todos.

Por exemplo, reúna todos para cozinhar o almoço de casa no sábado. Deixe os pequenos separarem os alimentos e ajudá-la no preparo. Aproveite a situação para estimular a curiosidade deles sobre os ingredientes da refeição e os seus benefícios para a sua saúde.

Livro Mãe Fora da CaixaPowered by Rock Convert

Essa também é uma ótima oportunidade para fazê-los experimentar alimentos que geralmente recusam no dia a dia, como frutas e verduras.

Você também pode investir em piqueniques no final de semana para levá-los para um ambiente ao ar livre e, se possível, em contato com a natureza. Para isso, escolha uma praça ou um parque bem arborizado.

Outra sugestão é realizar competições dentro de casa. Pode ser envolvendo os games que os seus filhos jogam no momento, com jogos de tabuleiro que fizeram sucesso na sua infância ou, então, soltando a voz no karaokê.

Por fim, busque planejar pequenas viagens durante o sábado e o domingo. Essa é uma forma de espairecer, relaxar e sair da rotina puxada.

E o destino não precisa ser longe, pelo contrário. Pode ser uma escapada para a praia, a serra etc. O que importa é que todos estejam juntos desfrutando desse momento e criando ótimas lembranças em família.

Ajuste os horários das crianças aos seus

Outra dica bastante útil para manejar o tempo entre trabalho e filhos é ajustar os horários deles aos seus. Por exemplo, se você entra no trabalho mais tarde que o convencional, como apenas às 11 h, por exemplo, coloque-os para estudar à tarde.

Dessa forma, vocês podem aproveitar a manhã juntos fazendo alguma atividade de interesse comum. Além disso, você pode acompanhá-los durante a resolução das tarefas de casa e ajudá-los em seus estudos.

O mesmo vale para quem atua no modelo demeio período, que vem aumentando no mercado e permite maior flexibilização dos seus horários.

Faça da tecnologia uma aliada

Se você tem uma rotina puxada, com reuniões e até mesmo atividades externas promovidas pelo trabalho, não tenha medo de usar e abusar da tecnologia a seu favor.

Ligue para casa ou mesmo para o telefone das crianças para saber como elas estão, se já se alimentaram ou se desejam algo para quando todos estiverem reunidos de novo. Não economize nas chamadas!

Além disso, use aplicativos de smartphone de mensagem, videochamadas etc. É importante que você demonstre carinho e preocupação com o bem-estar físico e psicológico deles. Afinal, quem ama cuida e protege, não é mesmo?

Aproveite o trânsito para interagir com os pequenos

Você deixa os filhos na escola? Se a resposta for positiva, então aproveite e faça do trânsito um incentivo para conversar e interagir com as crianças.

Afinal, é importante que haja um diálogo aberto e franco entre pais e filhos para que sejam criados vínculos, respeito e confiança entre ambas as partes desde a infância.

Durante esses minutos diários, tanto na ida quanto na volta da escola, pergunte sobre como anda a turma, os amiguinhos e o conteúdo dado em sala de aula.

Conte curiosidades, revele novidades e faça brincadeiras simples que deem oportunidades para você estar mais ativamente presente na vida dos seus filhos.

A música também é uma excelente ideia de como se divertir durante o trajeto, criar identificação e saber mais sobre os gostos musicais dos pequenos. Portanto, não tenha medo de soltar a voz ao lado deles.

More perto da escola para conciliar trabalho e filhos

Por fim, uma última dica para conciliar trabalho e filhos: more perto da escola das crianças. Isso pode até parecer algo irrelevante a princípio, mas acredite: é um detalhe que fará toda a diferença na sua rotina.

A começar pelo tempo ganho, ou melhor, economizado. Afinal, não é preciso acordar muito cedo para deixar os pequenos no colégio e ainda ir para o trabalho em seguida naquela correria que só de imaginar já é cansativo.

Com essa mudança, você pode aproveitar a manhã, especialmente o café da manhã, para interagir com seus filhos, estimular os laços fraternais, fazer-se presente na vida deles com muito mais tranquilidade.

Outro benefício é que você pode participar mais ativamente da rotina escolar, acompanhando o desempenho deles na instituição e conversando, pelo menos uma vez semanalmente, com seus professores e a coordenação, para saber mais a respeito de suas dificuldades em sala de aula, por exemplo.

Como você leu, é possível conciliar trabalho e filhos planejando melhor sua rotina e as atividades que poderá fazer ao lado deles. Por isso, siga nossas dicas e crie uma relação com muito mais afeto, contato e participação na vida dos menores!

Muitas dúvidas ocorrem nesse período de volta ao trabalho. E, mesmo não sendo simples, tudo pode correr bem!

E você, como faz para conciliar a criação de seus filhos pequenos com o trabalho? Conte para a gente! E para ler outros artigos como este, assine nossa newsletter!

Comentar