Como evitar acidentes domésticos com crianças

A infância é uma fase de descobertas, em que os pequenos têm curiosidade de aprender sobre tudo que os cerca. Por isso, desde que começam a engatinhar, os pais já devem tomar alguns cuidados importantes para evitar acidentes domésticos com crianças.

Para ajudar nessa tarefa, apresentamos, neste post, quais são os 5 acidentes mais comuns durante a infância e as melhores formas de preveni-los. Confira!

1. Quedas

As quedas são provavelmente os mais recorrentes acidentes domésticos com crianças, pois elas estão sempre em movimento e é difícil controlá-las 24 horas por dia. Mesmo assim, há alguns cuidados que podem ser uma mão na roda para evitar as quedas.

Primeiramente, mantenha o chão limpo, sem sujeiras ou líquidos que possam deixá-lo escorregadio, principalmente quando a criança estiver aprendendo a caminhar. Ensine seu filho a não usar meios inadequados para alcançar objetos, como subir em cadeiras ou escalar estantes. Oriente-o a pedir a ajuda de um adulto quando não conseguir alcançar algo e, nesse caso, use uma escada. Depois, guarde-a fora de alcance.

Também vale a pena ficar de olho em escadas, berços e outros lugares dos quais as crianças podem cair. No caso das escadas, pode ser interessante colocar um portãozinho, que funciona como uma espécie de barreira para evitar a queda. O berço, por sua vez, deve ter grades seguras.

2. Queimaduras

Causadas principalmente por líquidos quentes, as queimaduras podem ser evitadas com alguns cuidados bem simples. Por exemplo, na hora de esquentar a água do banho, lembre-se de que a pele do bebê é muito mais sensível do que a de um adulto. Por isso, você não precisa exagerar na temperatura!

Outra situação que pode causar queimaduras é tomar uma bebida quente com a criança no colo e, então, derrubar a bebida. Evite segurar a criança enquanto toma qualquer líquido quente. Na cozinha, não deixe a criança se aproximar do forno e sempre mantenha o cabo das panelas virados para dentro do fogão.

3. Intoxicações

As intoxicações podem ser causadas pela ingestão de componentes químicos, como medicamentos e produtos de limpeza. Para evitá-las, sempre guarde esses objetos fora do alcance das crianças, em prateleiras altas ou armários trancados. Além disso, mantenha-os rotulados e nas suas embalagens originais, para evitar confundi-los com outros produtos.

Se você perceber que a criança ingeriu um produto de limpeza, pegue a embalagem e leve a criança para um pronto-socorro. Você não deve forçar o vômito, pois o produto pode queimar a garganta da criança! No caso de medicamentos, vale o mesmo: procure manter a calma e descobrir a quantidade ingerida pela criança, levando-a imediatamente ao hospital e com a embalagem do produto em mãos.

4. Cortes

Para que a criança não se corte, sempre mantenha objetos cortantes bem guardados em locais mais altos, para que os pequenos não consigam alcançá-los. Se as gavetas da sua cozinha, por exemplo, são baixas, deixe-as trancadas até que a criança tenha idade suficiente para entender que não deve mexer com facas.

Viu só? Com alguns hábitos práticos no seu cotidiano, é possível evitar acidentes domésticos com crianças. Assim, você ficará mais tranquila sabendo que seus pequenos estão seguros, tanto na hora de dormir, de brincar ou de descobrir o mundo!